XI Jornada NUTES – Conhecimentos do Sul em tempos de múltiplas verdades

A XI Jornada NUTES “Conhecimentos do Sul em tempo de múltiplas verdades” tem como principal proposta levantar o debate acerca dos desafios atuais da pesquisa em ensino, ao descrédito social sofrido pelo Ensino Superior e pela Universidade Pública e o reconhecimento e a valorização de epistemologias outras como uma alternativa à valorização de outras formas de ler e explicar o funcionamento do mundo, sob outras lentes e abertura de mentes.
Vivemos uma época em que a velocidade e difusão da informação têm diminuído distâncias geográficas e, contraditoriamente, erguido muros ideológicos em que não se respeita a opinião do outro, a voz do outro e que se questiona qual o papel da ciência para a manutenção do bem-estar da sociedade.
Esse cenário foi propício ao crescimento de um fenômeno chamado de ‘Pós-verdade’, eleito em 2016 pelo dicionário de Oxford como a palavra do ano. O termo pode ser entendido como uma forma de manipulação da opinião pública com máscaras de divulgação e rigor científico.
Assim, colocamo-nos diante do seguinte questionamento: Como a realidade acadêmica tem enxergado e que perspectivas são projetadas para a sociedade brasileira?
Sabendo que há interesses na produção do conhecimento, historicamente, a serviço de quem está a produção acadêmica?

Estamos olhando para os interlocutores das relações sociais como sujeito de pesquisa ou como objetos de pesquisa?
Como se dá o relacionamento como a forma que as informações são transmitidas nos meios midiáticos e quais os interesses que movem tais ações?
O fato de se falar em uma era “pós-verdade” significa que um dia houve verdade?
A que fatores sociais, políticos, éticos e morais observados historicamente podem ser atribuídos a crescente máquina de “fake news”?
Frente a estes e outros questionamentos, enxergamos este momento de germinação de incertezas e propagação despudorada de informações de cunho pseudocientífico frente a fenômenos sociais e ambientais, como uma oportunidade para descolonizar os saberes a fim de pensar a pesquisa em ensino como, nas palavras do intelectual indígena Ailton Krenak, “um paraquedas colorido”, capaz não apenas de desacelerar esta queda e adiar nosso fim do mundo, como também de nos brindar com os sonhos e esperanças que inspirem em nós a necessidade de prosseguir.

Detalhes do evento:

Dia(s): 11 nov
Horário: 08h00

Local: Avenida São José Barreto, 764 - São José do Barreto, Macaé, Rio de Janeiro

Categorias

Sem Categorias

Inscrição:

A confirmação da inscrição é de responsabilidade do organizador do evento.

Valor: Gratuito
Período de inscrição: 11/08/2019
Site: https://jornadanutes.wixsite.com/jornada
Instituição responsável: UFRJ
Email do organizador: jornadainstitutonutes@gmail.com
Telefone de contato: (22) 99876-3084