Territórios CApianos: Chegadas, partidas e permanências

Debates e Encontros

Décima edição do evento Territórios CApianos.
A décima edição terá o seguinte título: “Chegadas, partidas e permanências: perspectivas contemporâneas sobre a fuga de cérebros no Brasil”
Sobre a 10ª edição do projeto Territórios CApianos

Após um curto período de um relativo processo de prosperidade econômica, estabilidade democrática, projeção diplomática nas relações internacionais e implementação de mecanismos institucionais de inclusão social neste início de século, o Brasil mergulhou num profundo retrocesso socioeconômico e político nos últimos anos. Desde a última década, o país vem sendo atingido por múltiplas e complexas crises.

A instabilidade política brasileira, a drástica crise econômica que, inclusive, aprofundou as já existentes desigualdades sociais internas, e a permanente sensação de insegurança pública no cotidiano urbano, são alguns dos fatores que fizeram com que centenas de milhares de brasileiros buscassem emigrar nos últimos anos.

É fato que, desde a década de 1980, o Brasil é um país de emigração. Contudo, o atual processo de crise democrática, de recessão econômica e de retrocesso em variados indicadores sociais da vida nacional vêm favorecendo um acelerado fluxo de emigrantes brasileiros com um perfil qualificado, o que pode trazer diversos impactos para o desenvolvimento do país.

A décima edição do “Territórios CApianos” pretende discutir os aspectos socioespaciais, culturais e político-econômicos que envolvem a atual fuga de cérebros e talentos do Brasil.

Com a participação de especialistas sobre o tema e convidados que experienciaram/experienciam este tipo de emigração, o evento debaterá, dentre outras temáticas, as seguintes questões:

i. As motivações para a saída do país e os fatores atrativos de outros países para a realização da emigração;
ii. Os impactos econômicos para o país da perda de uma imensa parcela de profissionais altamente qualificados;
iii. As dificuldades no exterior, os estereótipos, o racismo e a xenofobia contra os brasileiros;
iv. A saudade, as possibilidades e sonhos para um possível retorno para um Brasil mais justo, democrático e inclusivo.

Programa da mesa-redonda

17:30h – Abertura.
17:45h às 19:00 – Exposição das reflexões dos palestrantes convidados.
19:00h às 20:00h – Debates e encerramento.

Gislene Santos
Doutora em Geografia pela UFSC. Atualmente é professora adjunta da UFRJ onde atua, principalmente, nos seguintes temas: migração internacional, redes sociais, ensino de Geografia, migração e natureza. É membro do Núcleo Interdisciplinar de Estudos Migratórios (NIEM-UFRJ)

Felipe da Silva Machado
Doutor em Geografia Humana pela University of Plymouth (Reino Unido). Atualmente, desenvolve pesquisa de pós-doutorado na UFRJ e leciona como professor substituto de Geografia no CAp-UFRJ.

Maíra Matthes
Doutoranda em Filosofia Política pela Université de Paris (França) com intercâmbio na European University Institute (Itália). Mestre em Filosofia pela PUC-RIO e ex-professora do CAp-UFRJ.

Detalhes do evento:

Dia(s): 29 out
Horário: 17h30 - 20h00

Local:
Online: Canal Youtube "CAp-UFRJ na quarentena"

Categorias

Inscrição:

A confirmação da inscrição é de responsabilidade do organizador do evento.

Valor: Gratuito
Período de inscrição: 20/10/2021 a 29/10/2021
Site: http://www.cap.ufrj.br/index.php/27-slideshow/298-decima-edicao-tera-o-seguinte-titulo-chegadas-partidas-e-permanencias-perspectivas-contemporaneas-sobre-a-fuga-de-cerebros-no-brasil
Instituição responsável: Colégio de Aplicação - CAp / UFRJ
Email do organizador: publicacoes@gmail.com
Telefone de contato: (21) 3938-0316